Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Pode parecer um conteúdo muito básico, mas importante revisarmos o EAD e a sua essência. EAD é a sigla para Ensino (ou educação) a Distância. É uma alternativa buscada por quem deseja aprender algo, mas não tem possibilidade de frequentar um curso presencialmente, por diversos motivos, seja financeiro, falta de tempo ou problemas de estadia ou locomoção.

Essa modalidade possibilita que se aprenda qualquer coisa remotamente, por meio de plataformas digitais ou aplicativos. Porém, para aprender através do EAD o aluno precisará de um dispositivo com acesso à internet.

Como surgiu o EAD?

Nem sempre existiu internet e de acordo com o site EAD, foi em 1728, nos Estados Unidos, que um professor resolveu criar um curso de Taquigrafia (uma técnica de escrita manual que utilizava códigos e abreviações) para alunos de todo o país. O ensino ocorria por meio de correspondência. E este seria o primeiro registro de EAD no mundo.

Já no Brasil, o primeiro registro seria de um curso de datilografia com data de 1904, também realizado por correspondência.

Principais vantagens do Ensino a Distância

  • Poder estudar e aprender em qualquer local e horário
  • Menor custo em relação ao ensino presencial
  • Métodos de ensino dinâmicos e atrativos
  • Facilidade de acesso
  • Qualidade de ensino equivalente ao presencial
  • Ampla variedade de cursos e possibilidades

Avanço Tecnológico

O avanço tecnológico modernizou diversos mercados, inclusive o da educação. Atualmente é possível aprender o que quiser, com qualquer pessoa do mundo, em qualquer local e horário. E tudo isso através do ensino a distância.

O EAD tem sido utilizado para diversas finalidades desde a sua popularização, é possível usar essa ferramenta para aprender coisas novas, como tocar violão, aprender um novo idioma ou descobrir mais sobre um tema do seu interesse, por exemplo.

Essa metodologia também permite melhorar a capacitação profissional através da educação corporativa, o que contribui muito para a manutenção e disseminação de conhecimento entre os colaboradores, desenvolvendo aprendizado contínuo.

Em um passado recente, muitas pessoas quando questionadas sobre ‘o que é EAD’ não sabiam explicar com clareza qual era o significado ou como funcionava.

Atualmente, com a democratização desse ensino e fácil acessibilidade, são poucas as pessoas que ainda têm dúvidas sobre essa forma de educação.

Mas e educação digital, você já ouviu falar? Será que é a mesma coisa que EAD?

No post de hoje nós vamos abordar as diferenças entre essas duas modalidades. Confira!

O que é Educação Digital?

A Educação Digital segue os mesmos princípios da EAD e muitas vezes são utilizadas como sinônimos, o que não está totalmente errado.

mulher-com-smartphone

Entretanto, elas possuem uma pequena distinção que faz toda a diferença no aprendizado: A educação digital visa ‘diminuir a distância’ entre o aluno e o instrutor e tornar o ensino remoto ainda mais atrativo. Vamos exemplificar melhor a diferença entre essas duas formas de ensino.

Diferença entre Educação Digital e EAD

Conforme citamos anteriormente, o ensino por correspondência, ou seja, através de cartas que eram enviadas pelos correios, foi considerado o primeiro registro de educação a distância no mundo e no Brasil.

Apesar de ser considerado EAD, não significava que a aprendizagem nessa metodologia acontecia com eficácia ou que os alunos realmente se sentissem próximos dos docentes ou engajados no curso.

A maioria das pessoas que optavam por essa modalidade era por necessidade. Entretanto, atualmente, até mesmo pessoas com disponibilidade de aprender algo presencialmente preferem fazer cursos à distância.

Isso porque com as ferramentas utilizadas na educação digital ficou muito mais simples e atrativo aprender. É importante que você entenda que nem sempre o EAD significa dinamismo ou ludicidade.

É possível encontrar cursos remotos com as mesmas características de um ensino presencial, ou seja, com o professor falando e os alunos escutando, com a única diferença de ser através de uma tela. Por esse motivo, é muito importante que a educação a distância se transforme em educação digital e diminua as distâncias entre o docente e discente.

Ferramentas utilizadas na Educação Digital

A Educação Digital possibilita personalizar o curso de acordo com as necessidades dos alunos. Para essa finalidade são utilizados diferentes instrumentos, confira a seguir.

Gamificação

Como o próprio nome sugere, essa metodologia envolve a utilização de jogos para auxiliar no processo de educação e aprendizagem.

Através dos games é possível despertar maior interesse e engajamento dos alunos, sendo uma forma divertida, intuitiva e eficaz de ensino.

Robotização

A robotização consiste no uso de sistemas de inteligência artificial para apoiar em alguns processos da educação digital.

Podem ser utilizados chatbots para responder dúvidas ou algoritmos que permitam corrigir automaticamente erros, como por exemplo erros de pronúncia ou gramática em cursos que ensinem outro idioma.

Realidade Virtual

O uso da realidade virtual já é muito popular em plataformas de jogos, porém no nicho da educação essa metodologia também está ganhando forças.

O uso dessa ferramenta permite que o aluno aprenda de maneira diferente e imersiva. Sendo extremamente útil também para a educação corporativa, principalmente para profissões de risco. Isso porque é possível simular com segurança qualquer situação perigosa que um profissional possa enfrentar no seu dia a dia de trabalho.

Considerações finais

Muitas pessoas infelizmente ainda têm preconceito com essa modalidade de ensino por acreditar que a qualidade da educação não se compara com ao do ensino presencial.

Porém isso não é verdade, pois a educação digital tem se mostrado bastante eficaz com o emprego das suas diversas técnicas e metodologias que permitem um maior engajamento dos alunos.

Além disso, a educação digital não é negligenciada como muitos pensam. Para assegurar que o aluno está aprendendo são realizados testes e provas que permitem avaliar o nível de conhecimento adquiro.

E ainda, como alguns cursos são realizados individualmente, é possível que o discente tire todas as suas dúvidas com o professor em tempo real e sem limitações, como por exemplo timidez ou atenção dividida com outros alunos.

Porém, para que os benefícios sejam alcançados é necessário que tudo seja feito de maneira adequada, priorizando as particularidades e necessidades específicas de cada aluno.

Por fim, para os que não abrem mão do ensino presencial, é importante mencionar que o EAD pode ser híbrido. Nessa metodologia é feito uma parte da educação a distância e outra presencialmente, conforme o necessário. Desse modo, é possível unir os benefícios dos dois métodos.

outros artigos

Cursos de Prateleira

COPYRIGHT © 2020. TOT EDUCAÇÃO CORPORATIVA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE