Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

A sociedade está em constante evolução e é preciso se adaptar para tirar o melhor proveito de todas essas mudanças. No entanto, para que isso seja possível é necessário estar sempre atualizado, o que demanda um processo contínuo de aprendizagem, que podemos chamar de Lifelong Learning.

Você já ouviu ou leu a frase “você pensa que acabou? Está apenas começando!” em algum lugar por aí? Provavelmente sim, pois essa é uma das frases mais utilizadas para estampar camisetas e copos personalizados de formaturas do ensino médio.

O fato é que essa frase não poderia ser mais verdadeira e bem escolhida, pois o aprendizado realmente é uma necessidade para toda a vida e o conceito de Lifelong Learning explica bem isso.

Continue a leitura e entenda o que significa esse termo e qual é a sua importância.

O que é Lifelong Learning?

A tradução de lifelong learning significa educação contínua, que faz referência a busca constante por novos conhecimentos, seja no âmbito pessoal ou profissional.

A visão de lifelong learning é que o aprendizado vai além daquele tradicional obtido na escola ou faculdade. Além disso, é preciso entender que o processo de aprendizagem não é limitado a infância ou adolescência de um indivíduo, ele acontece ao longo da vida e em diversas situações.

Ainda, é importante mencionar que o Lifelong não é uma imposição, é um estilo de vida voluntário que traz diversos benefícios para os seus adeptos.

Ultrapassando o âmbito educacional, esse conceito tem sido bastante utilizado no meio corporativo como estratégia de capacitação contínua dos colaboradores.

Essa política de aprendizagem contínua traz muitas vantagens para as organizações, tais como o aumento de produtividade, maior nível de satisfação dos funcionários e inovação.

Com os constantes avanços tecnológicos, popularização dos recursos da Industria 4.0 e conceito de empreendedorismo 4.0, os conhecimentos fundamentais aprendidos na faculdade já não são mais suficientes para diferenciar um profissional em um mercado de trabalho tão competitivo.

Nesse sentido, os ‘eternos aprendizes’, ou seja, os adeptos do lifelong learning, possuem maiores chances de destaque em seus currículos.

Se você deseja colocar esse conceito em prática na sua vida pessoal e profissional, confira abaixo quais são os quatro pilares fundamentais para isso.

Os 4 pilares do Lifelong Learning

O lifelong learning tem como base quatro pilares de sustentação: aprender a conhecer, fazer, conviver e a ser. Conheça com mais detalhes cada um deles.

1.     Aprender a conhecer

Este é um processo de aprendizagem cujo objetivo principal é adquirir conhecimentos. Porém, vale ressaltar que isso está além do escopo de conteúdos específicos e significa a alegria de compreender, construir e reconstruir conhecimentos.

A aprendizagem ao longo da vida visa aumentar a consciência crítica e incentivar a reflexão e o posicionamento. Para isso, é necessário despertar a curiosidade e a atenção, desenvolver autonomia e dominar diferentes linguagens. Você também precisa aprender a pensar, não apenas a repetir o pensamento, mas a criar e redescobrir temas futuros.

2.     Aprender a fazer

Constantemente novas tecnologias são lançadas para facilitar os processos organizacionais, por isso, não é possível se acomodar.

É preciso estar preparado para aprender a lidar com novos recursos e isso é muito mais do que estar qualificado profissionalmente, é necessário ter flexibilidade para enfrentar novos desafios.

Mais importante do que estar sempre por dentro das tendências do setor é estar disposto a aprender como aplicar essas novidades eficazmente.

Esta é uma característica básica de quem quer aderir ao lifelong learning e obter seus benefícios. Sendo assim não se pode encarar a aquisição de novos conhecimentos como uma obrigação.

3.     Aprender a conviver

Aprender a conviver refere-se à capacidade das pessoas de se compreenderem, formarem laços sociais e lidar com conflitos.

É preciso entender a interdependência que existe nos mais diferentes projetos para poder entender os outros e lidar com as adversidades futuras, levando em consideração os diversos valores.

4.     Aprender a ser

O lifelong learning promove o desenvolvimento integral da pessoa para que possa atuar com maior autonomia, discernimento e responsabilidade pessoal.

Esse processo de aprendizagem auxilia no desenvolvimento de potenciais individuais como inteligência, sensibilidade, memória, raciocínio, consciência moral e ética, pensamento independente e crítico, imaginação, criatividade, iniciativa, habilidades físicas e capacidade de comunicação.

Vantagens do lifelong learning

O progresso tecnológico desempenha um papel fundamental no aumento da disponibilidade da aprendizagem.

Devido à popularidade dos dispositivos móveis, a educação anteriormente limitada a ambientes formais de sala de aula ganhou novas oportunidades e espaços por meio do aprendizado online.

Atualmente, é possível adquirir conhecimento em qualquer hora ou ambiente, com instrutores de qualquer local do mundo, independentemente da sua localização. Sendo assim, não há desculpas para não aderir ao Lifelong learning. No entanto, se você ainda não está convencido confira outras vantagens abaixo:

Estar mais preparado

Quanto maior o nível de conhecimento que possuímos, mais fácil será de se adaptar as transformações da sociedade, seja no mercado de trabalho ou na vida particular. Dessa forma, é possível se beneficiar de novos recursos, aproveitando as oportunidades para progresso pessoal e profissional.

Maior retorno financeiro:

Antigamente, concluir uma faculdade era sinônimo de garantia de emprego e melhores remunerações, atualmente, o cenário é outro. Conforme aponta uma pesquisa, cerca de 4 milhões de trabalhadores com ensino superior possuem empregos com baixa qualificação, e isso antes da crise gerada pela pandemia de coronavírus.

Sendo assim, para se manter competitivo neste mercado e possivelmente ser melhor remunerado, você precisa ser proativo e aprender por si mesmo, aumentar a sua qualificação e criar um diferencial no seu currículo. O Lifelong learning além de melhorar as chances de colocação no mercado, também atua como um facilitador do empreendedorismo.

Benefícios de adotar uma política de lifelong learning na sua organização

Para as organizações, uma política de lifelong learning significa impactos positivos sobre o perfil dos colaboradores. Está muito interligada a Cultura da Aprendizagem.

Eles se tornarão mais flexíveis e diversificados no desempenho de várias funções e a capacidade de propor resoluções para problemas será maior, com base no seu nível de conhecimento.

Além disso, os funcionários se sentirão mais valorizados, o que beneficia sua motivação e comprometimento, melhorando assim seus resultados.

Se você deseja incentivar o desenvolvimento dos seus colaboradores e investir em uma política de educação continuada, não deixe de entrar em contato conosco para conhecer todas as estratégias que vão trazer maior engajamento para a sua equipe.

Conforme vimos ao longo deste artigo, o conceito de lifelong learning nos mostra que não há datas para interromper o aprendizado.

A obtenção de conhecimentos é adquirida ao longo da vida e nunca chegaremos ao ponto de dizer que já sabemos o suficiente ou que não existe mais nada para ser aprendido.

outros artigos

Cursos de Prateleira

COPYRIGHT © 2020. TOT EDUCAÇÃO CORPORATIVA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE