Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Você sabia que existem diferentes formas de estudar? Os alunos têm duas maneiras de conduzir sua educação: eles podem ser ativos ou passivos.

Os que estão mais comprometidos em alcançar uma meta relacionada ao aprendizado serão mais ativos em suas atividades. Os alunos passivos geralmente acham difícil se sentir comprometidos, conectados ou realizados em seus estudos.

Quer entender um pouco mais sobre o assunto e saber como o aprendizado pode interferir na educação digital? Continue lendo!

O que é aprendizagem ativa/passiva

Para aprofundar um pouco mais o conhecimento, vamos explicar o conceito de aprendizagem ativa e passiva, confira:

Aprendizagem Passiva:

A palavra “passivo” neste contexto não se refere a alguém que é procrastinador, mas sim a uma abordagem de aprendizagem que não requer o envolvimento ativo do aluno. Por exemplo, quando você está apenas lendo um texto ou assistindo um vídeo sem fazer anotações, você não está absorvendo o máximo daquele conteúdo. É por isso que costumamos dizer que a aprendizagem passiva geralmente deixa lacunas no conhecimento.

Aprendizagem Ativa:

A aprendizagem ativa é uma prática educacional em que os alunos estão atentos, concentrados e envolvidos em seus estudos.

Alguns exemplos são quando o indivíduo acompanha a leitura com concentração, grifando partes importantes com um marcador de texto ou utilizando post its, fazendo assimilações com exemplos reais e até mesmo relendo o conteúdo para rever partes que possam ter passado despercebidas.

Isso ajuda a garantir que as informações sejam devidamente assimiladas e também tornará mais fácil a aplicação do aprendizado em novos ambientes.

A importância da atenção concentrada

Atualmente existem tantas oportunidades de se distrair (redes sociais, plataformas de streamings, aplicativos e jogos) que é fácil para as pessoas se verem na armadilha de perder o foco do estudo.

Nossa mente está sempre pensando em outras coisas como quem curtiu, quem comentou, quem compartilhou e quem seguiu – principalmente quando o tema de estudo não nos agrada. Isso prejudica a concentração e, por consequência, o processo de memorização.

Quando você se concentra para estudar, certas áreas do cérebro tornam-se mais ativas (como a imaginação e as áreas sensoriais).

Ao envolver todos os seus sentidos na aprendizagem, você é capaz de lembrar e reter melhor as informações. Portanto, a atenção concentrada nos estudos ajuda você a aprender conteúdos com mais facilidade.

Principais características dos estudantes ativos e passivos

Reunimos abaixo as principais características dos alunos ativos e passivos. Descubra em qual perfil você se encaixa:

Ativos:

Os estudantes ativos são mais competitivos, impacientes, ambiciosos e costumam realizar várias tarefas simultaneamente. Eles tendem a buscar sempre as notas mais altas e gostam de ser destaque em seus estudos.

Os alunos que estão ativamente engajados têm mais probabilidade de se destacar, pois têm maior comprometimento com os estudos e uma atitude mais positiva.

Eles geralmente participam de grupos de estudos, buscando mentores e aprofundando o conhecimento, procuram por diferentes fontes de ensino, se envolvem em atividades extracurriculares, e-books ou assuntos interligados.

Passivos:

Os alunos passivos não estão tão envolvidos com os estudos. Seus objetivos são apenas receber o diploma ou certificado e fazem apenas o necessário para alcançar esse objetivo.

Esse tipo de estudante é mais distraído, não foca durante as aulas e é mais impaciente. Estar na média já é o suficiente para ele.

O estudante passivo é alguém que não gosta de se preocupar com os estudos, leva as coisas com leveza e só exerce a quantidade de energia necessária para ser aprovado.

Quem se enquadra nesse perfil faz um enorme esforço para assistir às aulas, resistir à vontade de faltar às aulas e até mesmo estudar para as provas.

E aí, com base nas características apresentadas, você conseguiu identificar em qual tipo de perfil de aprendizagem você se encaixa?

Se for o passivo, a seguir estão algumas dicas para colocar o estudo ativo em prática.

Como colocar o estudo ativo em prática?

Agora que você já conhece todos os conceitos, chegou a hora de saber como colocar a aprendizagem ativa em prática.

  • Reflita sobre os conteúdos e crie imagens mentais para aumentar a fixação;
  • Monte um cronograma de estudos e reserve um momento do dia para se concentrar só nisso;
  • Sempre que você estudar um conteúdo novo crie mapas mentais sobre ele, inclusive, usamos isso nos cursos TOT!
  • Grife partes importantes de textos para ler depois e defina significados para as cores. Ex: Amarelo para assuntos que você ficou em dúvida e precisa aprofundar o estudo;
  • Grave no celular você lendo a matéria em voz alta e escute algumas vezes no trajeto de casa para o trabalho ou na academia, por exemplo;
  • Invista em plataformas de estudo com gamificação, realidade virtual, aplicativos interativos e similares;
  • Promova rodas de conversa e debates com os demais colegas de estudo;
  • Treine na frente do espelho (apresentações ou conversações de outros idiomas).

Como a aprendizagem ativa/passiva interfere na educação digital?

A educação ativa envolve o aluno participando ativamente do processo de aprendizagem, em vez de ouvir, ler ou assistir passivamente a uma aula.

Por exemplo, se você está aprendendo um novo idioma, os podcasts podem ajudá-lo a conhecer novas palavras e frases, mas ao longo do tempo você vai esquecer essas informações novas, porque seu cérebro rejeita tudo que não parece ser útil – o que acontece no estudo passivo.

Quando se trata de educação digital, o aprendizado ativo pode ser aplicado de várias maneiras. Uma delas é usar a gamificação, que comprovadamente ajuda os alunos a reter mais informações.

Ao simular uma experiência ou vivenciá-la de fato, aumentamos a taxa de retenção do que dizemos ou fazemos para até 90%, segundo o “cone de aprendizagem” formulado pelo educador Edgar Dale.

Portanto, é evidente que as estratégias de educação digital que envolvem atividades práticas, games, realidade virtual ou aumentada contribuem positivamente para a fixação dos conteúdos.

__________

A TOT Educa utiliza estratégias de aprendizagem ativa na elaboração dos seus cursos e materiais de ensino corporativo, envolvendo os alunos em uma educação significativa, que traga retornos expressivos para as organizações.

Para isso, levamos em consideração os diferentes níveis de aprendizagem, preferências e recursos de aprendizagem, fluxo do aprendiz em sua trilha de estudos.

Quer saber mais? Entre em contato com um dos nossos consultores pelo chat.

Quer saber mais? Entre em contato com um dos nossos consultores pelo chat.

outros artigos

Cursos de Prateleira

COPYRIGHT © 2020. TOT EDUCAÇÃO CORPORATIVA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE