Compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no twitter

Conforme aponta uma matéria do Jornal Contábil, o número de empresas que estão investindo em educação corporativa e em estratégias para melhorar a aprendizagem dos colaboradores está crescendo.

No entanto, as organizações desejam resultados rápidos e os funcionários têm pressa em aprender. Sendo assim, a época de treinamentos longos e cansativos já passou, afinal, nem sempre aulas demoradas significam qualidade no ensino.

Por esse motivo, uma das técnicas utilizadas para facilitar e agilizar o processo de aprendizado dos profissionais é o microlearning

Continue a leitura e descubra o que é o microlearning e quais as suas vantagens na educação corporativa.

O que é o Microlearning?

Microlearning é um termo em inglês que significa ‘micro aprendizagem’. É um método de ensino otimizado, que transmite conhecimento de forma mais objetiva.

O principal objetivo dessa abordagem é transformar um conteúdo longo e complexo em aulas simples, rápidas e de fácil compreensão.  Para isso, são utilizados diferentes meios que aumentam o engajamento do aluno e promovem maior absorção das aulas. 

Vale dizer que quando falamos em conteúdos curtos, estamos nos referindo a aulas de no máximo 5 minutos, bem diferente do tempo normalmente utilizado nas estratégias convencionais. 

Alguns dos principais recursos usados para essa finalidade são vídeos, gamificação, realidade aumentada e podcasts, por exemplo.

O microlearning pode ser aplicado presencialmente, entretanto, é comumente usado no ambiente digital. Isso porque é mais simples e econômico promover aulas rápidas em uma plataforma virtual do que desenvolvê-las presencialmente.

Essa metodologia é bastante utilizada em situações em que você precisa conceituar um assunto para sua equipe, mas não há necessidade de aprofundar o tema.

Outro uso da abordagem é em conteúdos que são mais complexos e precisam de uma breve explicação sobre algum tópico ou conceito indispensável para a compreensão da aula mais avançada. 

Por exemplo, o objetivo desse artigo é apresentar as vantagens do microlearning na educação corporativa. 

No entanto, para isso é preciso conceituar o termo, afinal, é fundamental que você saiba o que é o microlearning para poder entender os seus benefícios.

7 vantagens do microlearning na educação corporativa

Conforme citamos anteriormente, o tempo de duração de uma aula não é indicativo de qualidade. 

Existem outros fatores fundamentais que asseguram um treinamento objetivo e efetivo, tais como linguagem aplicada e recursos utilizados.

Confira a seguir todos os benefícios desse método de ensino na educação corporativa.

1. Otimização do tempo

Quando o treinamento é curto e eficaz, a aplicação dos conhecimentos adquiridos pode ser feita rapidamente. Dessa forma, os benefícios podem ser percebidos em um curto espaço de tempo. 

2. Maior economia

Esses materiais são mais fáceis de fazer, já que possuem pouco conteúdo. Além disso, cursos mais curtos e direcionados podem reduzir sua carga de trabalho e custos de produção.

Isso pode acontecer por diversos fatores, tais como por meio da terceirização dos serviços ou da redução de gastos com o espaço, infraestrutura e contratação de profissionais qualificados para aplicar os treinamentos presenciais, por exemplo.

3. Ensino híbrido

Para as empresas que não abrem mão do treinamento presencial, existe a possibilidade de mesclar a metodologia com o EAD para aproveitar ao máximo todos os benefícios das suas abordagens.

4. Tecnologia como aliada

Visando um maior engajamento e aprendizagem dos colaboradores, o microlearning permite o uso de diferentes recursos e tecnologias.

É possível acessar os conteúdos através de dispositivos móveis e tornar as aulas mais atrativas usando animações, jogos, vídeos e podcasts, por exemplo.

5. Aulas de acordo com a necessidade

O microlearning permite que os treinamentos sejam elaborados somente quando forem identificadas lacunas de conhecimento. Além disso, é possível desenvolver conteúdos específicos para a necessidade de cada colaborador.

6. Conteúdo sempre atualizado

Os educadores sabem muito bem quanto trabalho é necessário para planejar, criar e aplicar um curso completo sobre determinado assunto. 

Devido ao enorme esforço, o desenvolvimento de um novo treinamento geralmente leva algum tempo, tornando o conteúdo obsoleto. 

Sendo assim, outra vantagem do microlearning é que o conteúdo é mais fácil de atualizar em relação aos métodos tradicionais. Além disso, os funcionários estarão sempre ansiosos por novidades, aumentando o seu comprometimento naturalmente.

7. Cultura de aprendizagem

Cursos mais curtos podem não apenas aplicar o conhecimento adquirido de forma mais flexível, mas também permitir o desenvolvimento de uma cultura de aprendizagem.

Sugere-se aqui que os colaboradores sejam incentivados a reservar uma pequena parte do dia para aprender mais sobre o assunto, fazendo com que criem uma rotina de aprendizado.

Limitações do microlearning

Embora existam diversos benefícios, é importante mencionar que esse método não é capaz de atender a todas as demandas de aprendizagem exigidas na educação corporativa.

Para que essa abordagem seja efetiva, é necessário analisar se o tipo de conteúdo a ser estudado se ajusta bem ao formato compacto. 

Isso porque o microlearning não é a melhor opção para abordar temas muito complexos, além de não ser indicado para tópicos que requerem uma análise aprofundada. Nesses casos, outros métodos são mais eficazes. 

Portanto, é recomendado analisar o ambiente e o perfil de cada profissional antes de escolher essa metodologia de ensino como parte do treinamento corporativo.

Além disso, vale comentar que essa ferramenta traz maiores retornos quando é utilizada como parte de um plano de educação empresarial. 

Frequentemente, essa técnica é utilizada apenas como uma isca para motivar os funcionários a prestarem atenção em um tópico específico, que pode então ser discutido em mais detalhes usando outros recursos.

Em resumo, a estratégia de microlearning precisa ser bem feita e estruturada, caso contrário, poderá trazer mais transtornos do que benefícios.

Sendo assim, contar com o apoio de uma empresa especializada no assunto facilita bastante o desenvolvimento de um programa de aprendizagem eficaz.

Considerações finais

O microlearning é uma ferramenta de suporte de aprendizagem empresarial projetada para atender às necessidades de organizações com vários funcionários e fluxos de trabalho muito ocupados. 

Seu principal objetivo é contextualizar e conectar o conteúdo, além de atuar como uma ponte entre o bom aprendizado e o curto espaço de tempo.

Está interessado em aplicar uma estratégia de microlearning na sua empresa? Nós podemos te ajudar! Entre em contato agora mesmo e conheça todos os nossos recursos disponíveis.

outros artigos

Cursos de Prateleira

COPYRIGHT © 2020. TOT EDUCAÇÃO CORPORATIVA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

POLÍTICA DE PRIVACIDADE